FACEBOOK DA MULTISOM HITS
data-size="large" data-show-faces="true" data-share="futura">
Padre Fábio de Melo deixará de fazer shows a partir do fim do ano que vem
19/08/2019 08:59 em Bastidores

Além de deixar o Twitter, o padre Fábio de Melo anunciou que não fará shows a partir de 2020. O padre deve cumprir somente a agenda deste ano, que termina em Belo Horizonte, no dia 14 de dezembro. 

 

Durante o programa Direção Espiritual, na emissora Canção Nova, o padre explicou que pretende ficar com outras frentes de evangelização. Ele seguirá como escritor, professor e apresentador do canal católico.

 

“Quero dizer que já estou me aposentando com o trabalho da música. Tudo indica que esse será o meu último ano fazendo esse trabalho de evangelização pela música. Tenho refletido muito, pedido muito a Deus que me ajude a decidir isso, mas estou muito certo de que o meu tempo com a música já deu. Pretendo ficar em outras frentes de evangelização, mas vamos trabalhar enquanto temos compromissos marcados”, disse durante o programa.

 

A assessoria de imprensa do padre informou ao Portal UOL que “ele [o padre] está muito cansado e desgastado das viagens. A carreira musical ele também pretende parar, como já anunciou publicamente”, disse.

 

Críticas

No último dia 8, o padre deixou sua conta no Twitter, após opinar sobre a “saidinha” de Dia dos Pais de Alexandre Nardoni, que foi condenado por matar a filha Isabella em 2008.

 

Padre Fábio de Melo fez críticas ao induto concedido. De acordo com o religioso, a “saidinha” para Nardoni deveria ser concedida somente no Dia de Finados.

 

“Não entendo de leis, mas a ‘saidinha’ deveria ser permitida somente no dia de finados. Para que visitassem os túmulos dos que eles mataram”, disse o padre ao compartilhar uma matéria.

 

Após ser atacado, o religioso se despediu da rede social. “É direito deles, que precisam ser ressocializados. Até porque, precisam sair em algum momento. Eles não saem porque é Dia dos Pais, saem porque têm direito mesmo”; e “Não entendo muito de bíblia, mas não tinha alguma coisa lá sobre perdão?” foram alguns dos comentários.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!