Image Map
Semana começa com alertas de tempo severo e chegada de ar polar
11/07/2022 09:30 em Natureza

Mudança de padrão está a caminho com o avanço de uma frente fria e a incursão de uma massa de ar polar pelo centro-sul. Há alertas para fortes temporais e risco de geada mais pontual.

 

Tiago Robles em 10/07/2022 - Matéria retirada do portal tempo.com - METEORED

A imagem da capa do site Multisom é meramente ilustrativa e foi retirada de arquivos da internet/Google

alerta tempo severo

Frente fria avança pelo centro-sul e leva potencial de intensos temporais. Queda da temperaturas e potencial para geada também são destaques.

Bloqueio atmosférico está com as horas contadas! A partir da madrugada desta segunda-feira (11), o padrão começa a enfraquecer com o avanço de uma frente fria, que consegue avançar e chegar até as regiões Sudeste e Centro-Oeste.

Nesse processo, uma massa de ar polar avança de forma continental e consegue influenciar boa parte do centro-sul do Brasil nesta primeira parte da semana.

Frente fria avança e deixa alerta de forte temporais

No início da madrugada de segunda-feira (11) uma frente fria já atua sobre o Uruguai e inicia o seu avanço, chegando ao Rio Grande do Sul entre meados do período e o início da manhã, com alerta de fortes rajadas de ventos e intensa atividade elétrica no Sul e Campanha do estado.

No decorrer da manhã, uma região de cavado (extensão de uma baixa pressão na Argentina) dá suporte ao sistema frontal e dificulta um pouco o seu avanço. Assim, as instabilidades ficam concentradas no Sul, Campanha e Oeste do Rio Grande do Sul, onde há alertas de temporais. Na Região Central e metropolitana de Porto Alegre há a possibilidade de pancadas isoladas, mas de forte intensidade, entre o meio e o fim do período. Além disso, os ventos de norte atuam de forma intensa e podem provocar transtornos na porção central do estado.

No período da tarde, os temporais e chuvas intensas se espalham por toda a metade sul do Rio Grande do Sul e mais para o fim do período atingem também o noroeste do estado. No período da noite as instabilidades ganham mais intensidade e passam a atuar também no norte gaúcho e, mais para o fim do período, no oeste dos estados de Santa Catarina e do Paraná. Há elevado potencial de tempo severo e de transtornos com intensas rajadas de ventos.

A tarde e a noite são os período com maior potencial para eventos de tempo severo. Há potencial para formação de linhas de instabilidade, que risco de rajadas de vento intensas.

Na madrugada da terça-feira (12), a frente fria avança e provoca chuvas e temporais no nordeste do Rio Grande do Sul, no centro-sul e oeste de Santa Catarina, no sul, oeste, noroeste e norte do Paraná e até pancadas mais isoladas no sul do Mato Grosso do Sul. Chuvas de fraca intensidade ainda acontecem no centro-sul e leste gaúchos.

IFrame

No decorrer da manhã, a frente fria perde intensidade, mas consegue no fim do período no estado de São Paulo. Previsão de chuva de moderada intensidade no norte do Paraná e de fraca a moderada intensidade nas regiões de São Paulo com o território paranaense. Já no Mato Grosso do Sul, a precipitação acontece na forma de pancadas isoladas, mas que trazem potencial tempestivo para a porção central, sul e leste do estado, incluindo a região de Campo Grande.

No restante do dia, a frente fria já se encontra bem mais enfraquecida e chove de forma isolada e fraca somente no centro-norte do Mato Grosso do Sul. No estado de São Paulo, há apenas aumento da nebulosidade, sendo mais densa nas áreas do leste. Não há potencial para eventos de tempo severo.

Ar polar avança e favorece a formação de geada

Com o deslocamento da frente fria pelo centro-sul do Brasil, uma massa de ar polar também adentra ao país na sua retaguarda.

A influência do ar frio acontece a partir da noite da segunda-feira (11) no Oeste e Campanha do Rio Grande do Sul. No decorrer da madrugada da terça-feira (12), a massa de ar polar avança para norte e consegue chegar ao Mato Grosso do Sul no início da manhã.

No decorrer da terça-feira (12), o ar polar passa a se deslocar para leste, diminuindo as temperaturas em toda a Região Sul, no Mato Grosso do Sul, no estado de São Paulo e até no Rio de Janeiro, mais para o período da noite, quando ocorrem as mínimas do dia.

Mínimas de 8°C em Porto Alegre, de 13 em Florianópolis, de 11°C em Curitiba, de 14°C em São Paulo, de 22°C no Rio de Janeiro e de 17°C em Campo Grande. Nas áreas do Rio Grande do Sul próximas à fronteira com o Uruguai as temperaturas atingem os 4°C no fim da noite.

ECMWF

Previsão das temperaturas mínimas da quarta-feira, 13 de julho.

Mesmo com o afastamento do ar polar para o oceano, a massa de ar mais fria ainda consegue baixar mais as temperaturas e na Campanha Gaúcha, sudeste do Rio Grande do Sul, Serras Gaúcha e Catarinense e sul do Planalto de Santa Catarina, as mínimas variam entre 2°C e 4°C, favorecendo a formação de geada.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Image Map